Dicas para armazenamento de medicamentos em casa

Especialista na área dá informações valiosas sobre como guardar seus remédios

Postado em 02/09/2019


Todos temos medicamentos em nossa casa, seja ele com uso controlado ou apenas guardado para automedicação em caso de mal-estar ou doença menos grave, mas o que devemos sempre nos atentar, é como guardamos esses medicamentos.


Durante um seminário virtual realizado pela Anvisa em Maio de 2019, Raphael Sanches, titular da Gerência de Avaliação de Tecnologia de Registro de Medicamentos Sintéticos (GRMED), abordou assuntos como o prazo de validade, cuidados de conservação, armazenamento doméstico de medicamentos, levando em conta estudos realizados pelas  fabricantes conforme solicitam o registro do produto junto à Anvisa.

Verifique a data de Validade
O primeiro aspecto é referente o prazo de validade, sendo essa uma regra primordial para se obter o resultado esperado do medicamento. Sanches explica que o verificar o prazo de validade na hora da compra e, principalmente, na ingestão, é importante porque, quando utilizado fora da data estabelecida pelo fabricante, além de não funcionar no prazo determinado, o medicamento vencido pode até fazer mal ao organismo do usuário.

Saiba onde guardar
A primeira instrução que deve ser verificada é sobre a temperatura recomendada que o medicamento precisa ser mantido. Não é recomendado guardar na geladeira remédios que devem ser mantidos em temperatura ambiente (entre 15° e 30°C) e nem deixar sem refrigeração produtos que trazem essa orientação na bula. Além disso, ficar atento às as condições sobre exposição à luz e altas temperaturas.

Cuidado com a umidade
Um dos principais fatores que pode afetar um medicamento é a umidade. Por esse motivo, não é recomendado, por exemplo, deixar os produtos dentro do banheiro ou em locais onde podem ser molhados ou sofrer ação da umidade.

Alterações na ingestão
É importante não dividir comprimidos sem marcação indicativa, não triturar ou pulverizar e não abrir remédios que são em cápsulas revestidas. Evite consumir a medicação com sucos, chás ou leite, isso pode até impedir a absorção adequada do princípio ativo pelo organismo.

Em caso de dúvidas, é sempre recomendado que se procure um profissional de saúde ou um farmacêutico, além do Serviço de Atendimento ao Consumidor do fabricante ou os Canais de Atendimento da Anvisa.

Deixe seu comentário
Categorias: Informativos;

Tags: remédio, hospital, médico, hospitalar, infantil, criança, anvisa, comprimido, medicamento, guardar, armazenagem, consulta


Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar!
0 comentários


                                    
-->